"A importância das Atividades"

fonte: Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos – ABRATA

Por : Dra. Maly Delitti

A pessoa com depressão costuma ter pensamentos e sentimentos que trazem desconforto, e a terapia atua ensinando essas pessoas a lidar com estes pensamentos e sentimentos. Entretanto há outro aspecto que precisa ser bem desenvolvido para que as pessoas possam realmente melhorar sua vida. Os portadores de depressão costumam ter grande dificuldade em iniciar atividades ou começar a agir. Levantar da cama, tomar banho, dar um telefonema ou preparar uma refeição são atividades muito simples, mas para a pessoa deprimida podem ser muito difíceis, quase impossíveis de executar. Sabe-se, porém, que quando alguém faz alguma coisa sempre existe uma consequência desta ação ou deste comportamento. Por exemplo, se o indivíduo deprimido, mesmo com muita dificuldade procura um amigo é muito provável que esta pessoa, como consequência de seu comportamento de procurar o amigo, possa bater um papo, sair ou simplesmente se sinta melhor por ter feito isto. Ações ou comportamentos de aproximação geralmente são seguidas de consequências positivas e não agir ou não se comportar tem como consequência a manutenção das coisas como estão, o que para a pessoa com depressão significa continuar se sentindo sozinha, triste, abandonada ou desanimada.

Sabemos que para pessoas com este problema é muito difícil começar a fazer qualquer coisa, mas sabe - se também que se envolver em atividades é outro tipo de "remédio" para tratamento da depressão. A família pode ajudar nisso convidando e estimulando a pessoa deprimida, propondo atividades, que podem ser as mesmas que a pessoa fazia e gostava de fazer antes da depressão ou outras novas que possam ser agradáveis. Quando falamos em atividades, ações ou comportamentos, não estamos nos referindo a coisas complicadas ou trabalhosas. Dar uma volta, cuidar de uma planta, ir até à padaria ou conversar com alguém são coisas simples, que embora para a pessoa deprimida possam ser difíceis, podem ser conseguidas e costumam ser seguidas de sensações boas e melhora no humor. 

Ter atividades, agir ou emitir comportamentos é sempre produtivo para as pessoas portadoras de depressão. Entretanto, vale a pena ressaltar que estas atividades devem envolver coisas que eram agradáveis no passado do indivíduo ou que podem ser agradáveis no momento, já que o objetivo é aumentar as gratificações e o bem estar da pessoa. Comportamentos que aproximem o indivíduo portador de depressão de pessoas queridas, ou de situações agradáveis que outrora faziam parte da vida deste indivíduo são muito benéficas como parte do tratamento. Ainda que no começo possa ser difícil para a pessoa deprimida iniciar estas atividades, elas podem fazê-lo, e assim que iniciam já se sentem melhor.

Assim, além de tomar a medicação correta, indivíduos deprimidos devem se envolver em atividades, pois, com isso, poderão se sentir melhor, mais ativas, menos desanimadas e solitárias. É um grande passo para a recuperação.